27 abril 2006

Chagas


[ clique para ampliar ]
Tropaeolum Majus
Planta decorativa e medicinal, fotografada na mata da Vila Amália, onde cresce espontâneamente.

Conhecida popularmente como capuchinha, agrião índio, agrião-do-México, flor-de-chagas e chagas de Cristo. As flores podem ser em tons laranja, vermelho ou amarelo. Oriunda da América do Sul, espalhou-se pelo mundo depois dos conquistadores espanhóis a trazerem das montanhas peruanas para a Europa. Tem um gosto que faz lembrar o agrião, e tanto as folhas como as flores são usadas em saladas, conferindo-lhes um toque colorido e exótico. Os caules são usados para pickles.

A capuchinha tem reconhecido uso medicinal: as folhas são ricas em vitamina C, especialmente antes da floração. São-lhe apontadas características anti-microbianas e diuréticas. Recentemente foi apontada a sua capacidade para a prevenção de doenças como as cataratas e a degeneração macular. Esta acção deve-se aos carotenóides em que as folhas são ricas (luteína, b-caroteno, violaxantina e neoxantina). ("Flor que enfeita saladas previne doenças", "Fontes de carotenóides importantes para a saúde", "Análise morfo-anatómica de Tropaeolum Majus)".

2 Comments:

At 10:22 da tarde, Blogger Jardineira aprendiz said...

E atrai auxiliares! Por isso os agricultores biológicos gostam dela!

 
At 1:39 da manhã, Blogger Troquei quem mais said...

essa é a minha fala da minha feia de ciências ,[/égrandedemaisfudls

 

Enviar um comentário

<< Home